Terça-feira, 15 de Abril de 2008

Momentos Kurwilineos

Não vou tecer elogios ao texto abaixo, porque o autor não gosta, mas vou recomendar que o leiam, no caso de ainda não o terem feito, para além de muito bem escrito (upss escapou-se-me um elogio) também está recheado de humor (upss outra vez). Podem ler aqui ou clicar no texto e ler na localização original.

 

Deixo-vos então com a "Kurwa Escorregadia", escrita por Mr. Downforce, a quem agradeço a autorização para publicar aqui a "Kurwa Escorregadia":



KURWA ESCORREGADIA 08 – MATAR A SEDE… NO DESERTO


De facto, Massa parece fadado ao fora do normal… Para matar a sede de resultados, escolheu o deserto do Bahrain… Houve quem o escolhesse para soltar o kamikaze que há em si…

MASSA RULES

Não… não enlouqueci! Esta foi a frase lapidar constante da mensagem que o Laser me enviou em resposta a uma outra que eu lhe havia endossado, pedindo-lhe que me descarregasse a corrida da net e questionando-o sobre quem tinha ganho o GP do Bahrain. A minha reacção foi perguntar-lhe se tinha acontecido uma calamidade em pista ainda maior do que aquela que todos vimos na Austrália!!!

Mas a verdade é que apesar de não o ter verbalizado, já esperava uma reacção deste tipo por parte do salta-semáforos de Montreal. O que eu não esperava, porque até Domingo a meio da tarde estive em quase completo isolamento, era que Kubica (Senhor Kubica!!!) tivesse feito a pole no sábado! Foi uma excelente surpresa quando na segunda feira o descobri na edição impressa do A.S.

 


Mas voltemos a Massa… Apesar de merecida, a sua vitória não foi ao contrário do que muitos afirmaram, isenta de erros. Foi um erro que lhe custou a pole em favor do Kubica (Que quanto a mim devia mudar o seu último nome para “de Bérgerac”, como o Cyrano) e foi também um erro, primeiramente dele e imitado pelo polaco na segunda volta que possibilitou a Raikkonen aproximar-se e depois passar “The Nose”.


No entanto, este erro tem a atenuante de se ter ficado a dever à existência de óleo na pista, mas valeu-lhe na circunstância o facto de Kubica tb ter caído na esparrela para não perder a posição e quem sabe se daí para a frente, sob pressão não teria cometido mais umas quantas típicas “Massadas”!!!

Aquele “Massa and Kubica on oil” funcionou como um despertar para Raikkonen que já vinha a prometer uma corrida cinzenta como lhe é típico nesta altura do ano e mais concretamente neste circuito em particular. Viu-se e desejou-se para passar o polaco e deve-o também ao défice de tracção eu ainda é notório nos BMW. Sem ter conseguido fazer “Bingo” na afinação do setup, limitou-se após ter passado Kubica a limitar danos e assegurar o pódio mas com este ultimo a fazer com que o Finlandês não se pudesse dar ao luxo de afrouxar o ritmo sob pena de sair do pódio.

Só suspeitei que na partida, o carro de Massa tivesse sido injectado com a mesma substância estimulante que o ti Max usa antes das gravações dos seu filmes caseiros, tal a fulgurância do arranque!!!

Honra aos vencedores, e Kurwa aos vencidos, que disso se trata nesta crónica, e este texto já se vai tornando “Massudo”.

O MATUMBO DAS ARÁBIAS

Aqueles que em algum ponto da sua vida tenham passado ou até mesmo nascido em Angola, sabem que o termo “Matumbo” não diz grande coisa das capacidades intelectuais de quem é brindado com tal invectiva, e já adivinharam por esta altura de quem eu estou a falar.

Claro está que este apodo reflecte uma preocupação minha de chamar os bois pelos nomes (Com a datavénia aos ditos bovinos, coitados), sem incorrer no risco de vir a ser perseguido pelo Mad Max, juntamente com um grupo das Kurwas que lhe costumam dar tautau no tutu, vestidas com as últimas tendências do estilo “Herr Flick from the Gestapo”, brandindo chibatas e vociferando no idioma teutão.

Ou pior… As coisas que me apetecia chamar ao Matumbo poderiam desencadear uma campanha anti-racismo aqui no fórum, que isto do racismo define-se por constatar que dada pessoa tem a tez escura, mas não se aplica a quem faz um rega-bofe com o genocídeo em massa de um povo (Com o qual, atalho de foice, eu até nem simpatizo particularmente)!!! Adiante…

Ora o Matumbo, não contente com ter mais uma vez se ter trocado todo com os comandos do volante na partida, ainda teve tempo para arruinar ainda mais o seu fim-de-semana, até essa mesma altura já de si brilhante, e o de Alonso… e logo quem… foi todo lá dentro, como dizia o outro!!! Devo dizer, que vi inúmeras repetições do acidente (O segundo, em que o Matumbo decidiu que o R28 na sua frente levava demasiada carga aerodinâmica na asa traseira) para ter a certeza que a cavalada não tinha também parte de Alonso.

Primeiro, pelo que li no AS em que se disse que o tal acidente tinha sido reflexo de um toque anterior que tinha danificado a asa da frente do Matumbo, eu ficara a pensar que teria sido uma travagem no cone de ar de Alonso que tinha fugido ao controle. Seria um erro grave, mas de qualquer forma, coisa que acontece. Mas não… foi na saída de uma curva em que um McLaren se vê e deseja para ter ascendente sobre um R28 em acelaração… “Ok…” pensei eu, “…às tantas o Nando fechou a porta e ajudou à ramboia”. Longe de mim cometer uma injustiça para com um jovem em idade escolar, e afinal de contas, só posso imaginar ao de leve as “Ganas” com que o Asturiano deve andar para mandar o outro a voar até à terra do seu avô, nas Caraíbas (Para não dizer sítio pior).

Mas não!!! Foi mesmo uma valente cavalada… Que digo eu…? Foi o Pégasus das cavaladas… Por algo semelhante, a (Má)FIA baniu o Yuji Ide, sendo que a única diferença foi que o Matumbo não fez o R28 parecer um dos membros dos Asas de Portugal em manobras, e não causou a desistência de Alonso.

E não colhe o argumento da McLaren de que a asa danificada lhe fez perder o controlo do carro. Todos vimos como ele continuou a conduzir já sem nariz, saindo de pista por ser comedido e depois regressando a esta da maneira quase assassina como o fez.

Se ele perdeu o controlo do carro foi porque estupidamente continuou a conduzir como se não houvesse amanhã mesmo sabendo que tinha danos, mas quanto a mim ele simplesmente tirou mal as medidas ao Renault e o resultado foi o que se fui. Por isso, só me resta gritar a plenos pulmões: MATUMBO!!!!

E DURA E DURA E DURA

Segue sendo uma constante a protecção ao Matumbo. Quando com o carro pesadíssimo se viu em papos de aranha em ultrapassar esse binómio transcendente que é formado por Giancarlo Fisichella e a sua chamuça com rodas, o nosso Kunta Kinte de serviço ainda teve o beneplácito dos comissários de pista que, pasme-se, deram na recta interior de Sahkir bandeiras azuis (?!!!?) a Fisichella.

Não sabia que agora só pelo facto de se ter um carro notoriamente inferior ao do Matumbo um piloto se tornava passível de levar bandeira azul ainda que esteja a defender legitimamente a sua posição!!!

Poucas pessoas o notaram mas de facto aconteceu e eu próprio não teria reparado não fosse o pessoal da espanhola Telecinco ter comentado isso e eu ter voltado atrás na gravação para constatar que de facto aconteceu, ainda que só seja visível numa breve fracção de segundo.

Aliás, o rapazinho está mesmo convencido que tem direito a passadeira vermelha quando está a tentar recuperar posições. Basta ver a bela linguagem gestual que ele usou quando finalmente passou Fisichella ( Muito graças a um erro sob pressão deste, mas sendo Giancarlo será que alguém ainda repara???) e Sato. Mais uma a passar em claro aos olhos de quem de direito.

Cada vez me convenço mais que o Hamilton vai um dia ser campeão do mundo… nem que seja à força!!! Pode ser que alguém entretanto se lembre de divulgar um vídeo do Matumbo a dançar kizomba em tronco nú, agarradinho ao Ron Dennis e ao Ecclestone alternadamente numa qualquer discoteca da Cova da Moura para ver se o circo acaba!!!

A LIGA DOS ÚLTIMOS

Pelas traseiras do pelotão, saltou à vista no início mais um motor Ferrari pifado, neste caso o de Vettel, e na sétima volta a ultrapassagem de Piquet Jr. ao Toro Rosso ainda sobrevivente.
O que eu achei curioso, foi desde logo o facto de se tratar de um Renault a passar seja quem for. Depois foi a maneira como após ter ganho posição na curva 1 o filho do campeoníssimo Senhor Nelson Sottomayor “trancou” a sua posição com um brake test na entrada da curva seguinte que deixou o “Bordas” sem reacção e a morrer de saudades de Paul Tracy que com a sua normal bossalidade era muito mais fácil de lidar.

De facto, quando até Piquet Júnior que não fez exactamente o mais brilhante início de temporada (Inclusivamente fez um pião na primeira volta) nos dá uma ensaboaedela destas, é caso para pensar o que raio estamos a fazer ali no meio.

Falando nisso, mais à frente na corrida, dois dos mais sérios candidatos a tomarem o dúbio recorde de Chris Amon como o piloto que mais temporadas disputou sem ganhar um campeonato, protagonizam o momento imbecil do dia.

O mandibularmente avantajado Coulthard conseguiu a proeza de causar o seu terceiro acidente em igual número de corridas sucessivas. Já o Jenson, cujo talento parece cada vez mais estar enterrado bem fundo no seu Button, não se coibiu de tentar a sua sorte em travar tão tarde como o primeiro ainda que já há uma série de voltas o seu carro dos sonhos terrestres “EarthDream” se mostrava tão estável em travagem como um pudim de gelatina na mesa do refeitório de um colégio.

Por essa altura, Ross Brawn já cogitava se no Burkina-Faso haveria algum campeonato automobilístico onde lhe dessem emprego!!!


Alonso lá continuava o seu calvário, agravado em Sahkir pela investida do Matumbo. Ainda pediu para que lhe tirassem carga na asa da frente aquando do seu primeiro reabastecimento para tornar o carro mais equilibrado em face das perdas sofridas na asa traseira.

Se guiar um Renault com a carga certa já não é fácil, nestas condições é inimaginável. Perdeu a posição para Glock na boxe e graças também à falta de estabilidade não a conseguiu recuperar, e ainda sofreu a humilhação suprema de terminar a corrida debaixo de investidas de Barrichello. Tivesse sido um piloto a sério em vez da anta paulistana e dificilmente teria resistido com aquela remota hipótese de carro que é o R28 e ainda pior, nas condições em que estava.

EXTRA, EXTRA

Ora cá está a secção das notícias que não sendo verdade podiam muito bem ser.

Depois de a McLaren se ter visto obrigada a proteger o botão do limitador das boxes no carro de Kovalainen (Informação verdadeira e confirmada por Pedro de la Rosa na transmissão da Telecinco) surge agora a notícia que no carro de Hamilton o aspecto dos botões será limitado a 4 figuras, Um quadrado, um triângulo, uma cruz e um círculo, como na Playstation onde Hamilton é de facto bom!!!

A Downforce Productions encontra-se me negociações com a Hustler e a Private Gold com vista à publicação das próximas Kurwas Escorregadias.

Com a notícia de que o Concelho Mundial da FIA só se reúne em Junho parece óbvio que o foco de interesse da F1 se centrará na vida do tio Max, e assim sendo, para não conspurcar esta que é uma casa decente, mais vale procurar imprensa especializada para publicar!!! O Jornal do Incrível também se encontra na corrida pelos direitos.

EPÍLOGO

A corrida do deserto já lá vai, com génios da lâmpada que afinal se portaram como camelos, e apesar de não ter sido propriamente excitante, não foi parca em motivos de interesse.

Aproxima-se Barcelona… Voltaremos à normalidade? A BMW ganhará a sua primeira corrida? E o que é a normalidade? Quem somos? De onde vimos? Para onde vamos? Onde está o Wally???

Eu não sei e suponho que em Barcelona provavelmente vou continuar a não saber nenhuma das respostas a estas perguntas, mas não percam a Kurwa porque a Kurwa não vos perde a vocês!!!

Até Barcelona e cuidado com as Kurwas por esse mundo fora!!!


By Downforce in autosport.pt


 

acelerado por AnaD às 00:02
link do post | comentar | favorito
|

.As Pit Babes

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.saídas de pista

Desde que esta treta tirou férias que nada acontec...
Atendendo a que este ano não te dei nada pelos ano...
... tu queres uma mala da burberry??? Hmmmmm Jójó...
Zero? Qual zero qual carapuça. Uma mala da Burbe...
Lamento meu caro, não vou continuar. Não há proble...
Como é que é? Desculpa lá mas comprei 999 posts e...
http://autosport.aeiou.pt/gen.pl?p=stories&op=...

.voltas mais rápidas

. Ao 175º Post

. O Futuro?!

. Ainda a BMW

. E agora?

. O Hamilton seria tão mais...

. Mas não fui eu

. "Forza Massa"

. Vettel aos comandos do ca...

. Noticias bombásticas

. Valente Susto

. Ainda o Alonso

. "Quid pro quo"

. And now, mate?!

. "A" imagem

. Um momento para a históri...

. Não acham lindo?

. A foto do ano

. Da fama não se livra ... ...

. Que susto

. Publicidade enganosa

. Pequenos apontamentos

. Mais notícias de Barcelon...

. Notícias de Barcelona

. O mundo ao contrário....

. Onde coloquei os alfinete...

. Isto sim são pit-babes

. Ainda o Vettel

. Vettel

. De olhos em bico

. Riquezas da mãe, do pai e...

. Revivalismo

. Gajos

. Os difusores mágicos

. É só impressão minha ...

. Estranho, muito estranho!

. E continua

. O post mal-cheiroso

. Um ano depois ...

. Ainda a Austrália

. Não funcionou

. Para afastar o mau olhado...

. O que as emoções fazem às...

. O início de uma nova era....

. Já se ouvem os motores

.campeonatos

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.favoritos

. ...

. Turismo

. Está tudo baralhado

. 32

. Fui desafiada ... again

. Parabéns Carlos

. Querido Pai Natal,

. Diferenças ou semelhanças...

. "Make my day"

. Inquérito ...

.links

.tags

. todas as tags

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds